Secretaria de Saúde desmente post de Evair de Melo sobre respiradores enviados pelo Ministério da Saúde

Respiradores chegaram ao estado no dia 31/03, adquiridos por meio de compra direta da Sesa

Por Estevão Gomes 03/04/2021 - 12:01 hs

O deputado federal, Evair de Melo (PP-ES), vice-líder do governo Bolsonaro na Câmara dos Deputados, usou suas redes sociais nesta quinta-feira, 1º de abril, para disparar denúncias contra o governo do Espírito Santo sobre o não uso ou mal uso de respiradores adquiridos junto ao Ministério da Saúde para enfrentamento da Covid-19.


Entretanto, a Secretaria de Estado da Saúde publicou nota oficial sobre os respiradores, informando que foram entregues nessa quarta-feira (31) e devidamente patrimoniados, em seguida serão calibrados antes de serem utilizados. A distribuição está programada para esta sexta-feira (02).

Confira a nota na íntegra:

"A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informa que, em dezembro de 2020, decidiu realizar a segunda etapa do Programa "Leitos para Todos" e planejou abrir 900 leitos de UTI/COVID até o final de abril de 2021.

Com a aceleração da curva de casos e internações pela Covid-19, foi definida a antecipação das etapas de ampliação de leitos. Em 31 de março, a Sesa alcançou a marca de 906 leitos de UTI e definiu a abertura de 1.100 leitos para pacientes críticos até o final de abril.

Para isso, a Sesa abriu procedimentos de compras emergenciais de ventiladores e solicitou apoio ao Ministério da Saúde na disponibilização de 100 ventiladores para os hospitais próprios ampliarem leitos. 

Em resposta a solicitação da SESA, o Ministério da Saúde informou, por meio da Coordenação de Atenção Hospitalar e Domiciliar/SAES/MS, que enviariam, no momento, somente 20 ventiladores pulmonares, que serão utilizados na abertura imediata de leitos na rede própria. Os equipamentos foram entregues nessa quarta-feira (31) e devidamente patrimoniados, em seguida serão calibrados antes de serem utilizados. A distribuição está programada para esta sexta-feira (02).

Com a publicação da Portaria Nº 059-R, de 27 de março de 2021, a Sesa atualizou o valor pago pelo leito de UTI/COVID para R$ 2.100,00, esse valor permitiu que a rede filantrópica apresentasse uma proposta de abertura complementar de 96 leitos de UTI/COVID a serem disponibilizados para a regulação do Estado.

Após a publicação da portaria, a Sesa solicitou para a Federação das Entidades Filantrópicas (FEHOFES), que formalizasse a proposta de expansão dos leitos de suas filiadas. A Federação  anunciou a possibilidade de ampliar, inicialmente, 96 leitos de UTI/COVID. Imediatamente, a Sesa encaminhou pedido de disponibilização dos equipamentos de UTI (96 ventiladores e 500 bombas de infusão) ao Ministério da Saúde. A contratação dos leitos da rede filantrópica está em operação e a expansão de leitos informada no Painel Covid-19 ES, no link https://coronavirus.es.gov.br/painel-ocupacao-de-leitos-hospitalares

A Sesa esclarece ainda que a gestão junto ao Ministério da Saúde é realizada por meio de um trâmite administrativo republicano, impessoal e que segue devida motivação administrava dentro do planejamento do Poder Executivo, não tendo relação com a interferência de nenhum parlamentar da oposição que se ocupa de apropriar-se com narrativa falaciosa e ardil das conquistas estabelecidas na relação de unidade e cooperação entre o Estado e a União."