Operação conjunta detém três suspeitos, apreende dois adolescentes, drogas e uma arma

Um dos indivíduos presos responde por uma tentativa de homicídio

Por Estevão Gomes 20/04/2021 - 15:23 hs

Três suspeitos, um de 28 e dois de 24 anos, foram detidos durante uma operação realizada, nesta segunda-feira (19), pela equipe da Delegacia de Polícia Civil de Guaçuí, com apoio da Polícia Militar, no bairro Ama Norte, também no município. Durante a operação, dois adolescentes de 16 anos foram apreendidos. Os policiais também apreenderam quatro celulares, uma arma, drogas e material para o embalo da droga. 

Segundo o titular da DP de Guaçuí, delegado Marcos Nery, o setor de inteligência da Polícia Civil de Guaçuí vinha monitorando, desde esse domingo (18), um foragido da Justiça de 24 anos. O detido havia saído temporariamente da Penitenciária Semiaberta de Cariacica, no dia 10 de março, e não retornou. 

“Foram feitas diligências no bairro São Miguel, no sentido de localizá-lo, mas não obtivemos êxito. Nesta segunda-feira, os policiais civis receberam uma informação que ele estava escondido na casa de uma mulher no bairro Ama Norte. Foi solicitado o apoio da Polícia Militar para fazer o cerco à residência”, contou Nery. 

Segundo as investigações, o foragido da justiça de 24 anos, responde por uma tentativa de homicídio ocorrida no dia 03 de abril, quando ele deu uma marretada na cabeça de uma pessoa no bairro São Miguel, em Guaçuí. 

Ainda segundo a autoridade policial, ao chegar à residência, um suspeito percebeu a presença dos policiais e jogou uma pochete de cima do terraço, em uma residência vizinha. “Os policiais visualizaram a ação, entraram na residência e encontraram o foragido da Justiça  e um cidadão  de 28 anos, que cumpria prisão domiciliar, além de dois adolescentes de 16 anos, com passagens pela Polícia”, contou o delegado. 

Na pochete foram encontrados e apreendidos uma arma de fogo calibre .32 com cinco munições, quatro pinos de cocaína e cinco buchas de maconha. “A mulher dona da casa, de 24 anos, tem um histórico de acobertar criminosos na sua residência e também foi presa”, disse o titular da DP de Guaçuí. 

Todos os cinco foram conduzidos para a Delegacia de Guaçuí, onde foram autuados por tráfico de drogas e associação ao tráfico e posse ilegal de arma de fogo. Os três foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cachoeiro de Itapemirim.

Os adolescentes responderão por ato infracional análogo ao crime tráfico de drogas e associação ao tráfico e posse ilegal de arma de fogo. Eles serão apresentados ao Ministério Público, que se manifestará sobre a internação ou não. 


Fonte: PC-ES.