Autoridades francesas já tem pistas de ibatibense desaparecido em Paris

Autoridades francesas já tem pistas de ibatibense desaparecido em Paris

 O caminho que Robson Freitas fez foi rastreado por câmeras de segurança após ter sido identificado por um pedestre. Jovem está desaparecido desde dia 23/01

Última notícia concreta é de que Robson foi atendido em uma clínica psiquiátrica.

Segue o drama vivido pela família do ibatibense Robson Amorim de Freitas, desaparecido há 10 dias na França. O jovem estudava na Irlanda e não se sabe de seu paradeiro desde que ele passou pelo Aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, quando estava de volta para o Brasil.

Robson, de 32 anos, que sofre de depressão e faz tratamento, teve um surto no aeroporto enquanto aguardava para fazer o teste de Covid-19. Sua irmã Cyntia ainda tentou convencê-lo por telefone a embarcar no voo, mas o estudante estaria alterado e teria desligado o telefone.
A última informação sobre Robson é de que ele foi ajudado por policiais e levado a clínica psiquiátrica em paris, mas após ser medicado, ele foi liberado 15 horas depois. Segundo o médico que o atendeu, ela não estava bem, mas não registrou nenhum boletim.
De acordo com a família, o Itamaraty, órgão brasileiro do Ministério das Relações Exteriores, está acompanhando o caso e prestando toda a assistência possível aos familiares.
Segundo o irmão de Robson, Pedro Henrique, as autoridades francesas acreditam que o jovem esteja perto da estação de metrô Gare du Nord, no norte de Paris. O trajeto do estudante foi rastreado por meio de câmeras de segurança, desde que foi identificado por um pedestre na última sexta-feira (28) nos arredores de Porte Maillot, noroeste da capital.
Os irmãos de Robson, Pedro e Cyntia, estão aguardando liberar os passaportes para ir a Paris.

 Pedro Henrique afirma que essa é a primeira vez que o jovem apresenta esse tipo de comportamento. Ele e a irmã Cyntia aguardam os passaportes ficarem prontos para ir a Paris ajudar nas buscas.
Um mutirão com mais de 20 pessoas, entre elas um primo de Robson que vive em Paris, está em busca do rapaz. Eles vão a locais estratégicos como pontos turísticos, estações de metrô, proximidades do aeroporto e da clínica.
Pedro Henrique lamenta que tem recebido notícias falsas sobre o irmão e pessoas afirmando estar com ele, cobrando resgate. Ele faz um apelo ainda aos brasileiros que vivem na França, caso avistem Robson. "Se o virem, por favor, liguem para as autoridades francesas que elas tomarão as medidas necessárias. A gente tem fé que o Robson vai ser encontrado e a qualquer momento vamos receber essa boa notícia", conclui.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 02 Julho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.anoticiadocaparao.com.br/

Cron Job Iniciado