Operação Marias: 600 homens autores de violência contra a mulher foram presos no ES

Operação Marias: 600 homens autores de violência contra a mulher foram presos no ES

 Prisões foram realizadas entre os dias 20 de agosto e 20 de setembro

 A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) deflagrou, entre os dias 20 de agosto e 20 de setembro, a "Operação Maria da Penha", em todo o Estado. Foram operações conjuntas realizadas entre a Polícia Civil, Polícia Militar e Guardas Municipais, que resultaram na prisão de 600 homens, entre autores de violência contra a mulher e os que descumpriram descumprimento de medidas protetivas.


A operação foi coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e realizada nos 26 Estados e no Distrito Federal. No Espírito Santo, foi coordenada pela Divisão Especializada de Atendimento à Mulher, com a participação de todas as Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher da Grande Vitória e interior do Estado, além dos apoio das Superintendências.

"Prendemos 338 homens autores de violência contra a mulher, sendo 51 presos por cumprimento de mandados de prisão preventiva, entre eles, 21 por Crime de Descumprimento de Medida Protetiva de Urgência; e 287 homens autores de violência contra a mulher presos e autuados em flagrante", conta a titular da Divisão Especializada de Atendimento à Mulher, delegada Cláudia Dematté.

Além disso, a Polícia Militar realizou a prisão de mais 262 homens autores de violência contra a mulher no Espírito Santo, tendo-se, assim, 600 homens autores de violência presos por ações da Polícia Militar e Civil durante todo o período da Operação Maria da Penha.

A delegada Claudia Dematté falou sobre o resultado da operação. "Minha gratidão e orgulho de todas as equipes da Divisão Especializada de Atendimento à Mulher [DEAM'S da Grande Vitória e Interior], e da Superintendência Interestadual de Captura, a Supic, de todas as Superintendências do Interior e Delegacias do Interior, que participaram da Operação Maria da Penha com muita dedicação e afinco, objetivando o enfrentamento à Violência Contra a Mulher no Estado, atingindo esses expressivos resultados", disse.


Operação Maria da Penha

O Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi/MJSP), coordenou de forma integrada as Polícias Militares e as Polícias Civis de todo o País, incluindo a Polícia Militar e a Polícia Civil do Estado do Espírito Santo, por meio da Divisão Especializada de Atendimento à Mulher, entre os dia 20 de agosto e 20 de setembro, em todas as federações do País, 14 mil homens autores de Violência Contra a Mulher foram presos.


Texto: Matheus Zardini - Fonte: PC-ES.
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 15 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.anoticiadocaparao.com.br/

Cron Job Iniciado